ALOPÉCIA II - QUEDA DE FIOS

 

Queda de fios, entenda.

A queda capilar, ou alopecia, apresenta diversas causas, incluindo dieta inadequada, deficiência de minerais, medicamentos, estresse, poluição e genética. O uso de capacetes e bonés também pode ser associado ao aumento de queda capilar. Aproximadamente um terço da população mundial sofre com esse mal e, dentre esses, milhares de pessoas são mulheres. Seja qual for a causa que lhe preocupe, é importante entender do que se trata o problema, de que maneira o cabelo cresce e o que pode ser feito antes que ele se transforme em um mal aparentemente invencível. Neste artigo, você descobrirá as respostas para essas perguntas e, ainda, receberá alguns pequenos conselhos sobre o que fazer caso a queda capilar se faça notar mais acentuadamente.

A queda de cabelos não é coisa de outro mundo, diariamente perdemos em torno de 50 aos 100 fios de cabelo, você nem percebe esses fios caindo, apenas no banho ou quando escovamos o cabelo que temos a noção do “estrago” com fios presos no pente ou no ralo do banheiro. O problema está quando esses fios não são substituídos e começam a aparecer falhas no couro cabeludo, isso se dá por diversos motivos que serão discutidos nesse artigo.

 

Entenda por que a queda de cabelos acontece:

A queda de cabelos (ou alopecia) ocorre principalmente na cabeça, mas pode também ser notada em outras partes do corpo. Ela pode acontecer em qualquer idade e afeta a aproximadamente 30 a 40% de qualquer população no mundo. Não é sempre fácil identificar a razão por trás da queda capilar em casos individuais, mas as razões geralmente conhecidas podem variar desde a genética e o envelhecimento a doenças, estresse e alimentação inadequada .

Cuide de seus fios.

Não há qualquer garantia de que você será capaz de evitar a queda capilar geneticamente programada ou, ainda, aquela provocada por fatores alheios ao seu controle. No entanto, é possível fazer o melhor por seu cabelo em todas as etapas, possibilitando a ele uma maior chance de deixá-lo na melhor condição possível e impedindo sua queda antecipada.

Há uma série de coisas que podem ser feitas em seu cuidado capilar:

Não exponha o seu cabelo a aquecimentos constantes e frequentes procedimentos de secagem. O calor enfraquece as proteínas nele existentes, não importando quais truques prometam maciez e brilho. Além disso, o aquecimento constante, bem como a secagem, pode aumentar sua fragilidade, provocando uma queda capilar que normalmente não ocorreria.

Diminua o uso de secadores de cabelo, chapinhas, babyliss, fixadores de cabelo e tratamentos químicos, na tentativa de manter um estilo específico por mais tempo. Ainda, tenha cuidado com o local onde colocar essas ferramentas aquecidas! Quando o couro cabeludo é queimado, isso pode causar danos permanentes aos folículos pilosos. No fim, a secagem natural é a melhor opção para o seu cabelo e, por isso, opte por secá-lo naturalmente, sempre que possível, evitando o uso do calor como ferramenta.

 

Cuidados com o estilo de seu corte e penteado.

Alguns estilos que requeiram muito o uso da força, ao puxar, e, ainda, prender o cabelo apertadamente com elásticos, fivelas, ou acessórios similares podem representar uma das causas da queda capilar, quando repetidos diariamente. Por exemplo, rabos de cavalo, tranças bem apertadas e tranças afro podem causar forte queda capilar, se feitos diariamente. Enrolar o cabelo firmemente em rolos ou bobes ou, especialmente, em rolos ou bobes aquecidos, pode também se revelar uma das causas para a queda capilar. O nome médico para a queda de cabelo devida a penteados muito apertados é denominado "alopecia por tração", sendo completamente evitável, já que a própria forma de pentear o cabelo é a causa geradora do problema.

Evite cortes em camadas que retiram muito de seu cabelo. Se você já tem problemas com a queda de cabelo, não a acelere permitindo ao cabeleireiro remover ainda mais de seus fios! No entanto, o corte em camadas cuidadoso pode dar, de fato, uma aparência mais cheia ao volume capilar. Manter o cabelo muito longo e com uma única extensão pode puxar as raízes, deixando-as planas sobre o couro cabeludo e acabando por torná-lo ainda mais fino.

 

Lave o cabelo regularmente com Shampoo e Condicionador, de forma gentil.

A lavagem do cabelo pode também ser parte da prevenção da alopécia, pois pode manter limpos tanto ele como o couro cabeludo (evitando as chances de infecção ou outros problemas que possam ocasionar a queda capilar). Além disso, desde que você faça uso de um xampu suave, o cabelo limpo passará a impressão de ter maior volume, já que os fios sujos tendem a aglomerar-se, gerando uma textura mais lisa e mais repartida do que ocorre nos fios limpos.

Evite escovar o cabelo molhado. Isso puxa e remove diversos fios de cabelo que ainda poderiam estar em crescimento! Se fazê-lo for realmente necessário, opte por um pente de dentes largos. Além disso, evite escovar o cabelo com muita frequência, o que pode prejudicá-lo e aumentar a queda. Use os dedos para desfazer nós, e não um pente ou escova.

Evite esfregar o cabelo com uma toalha vigorosamente após a lavagem. Isso pode causar também a ruptura dos fios capilares. Em vez disso, seque-o delicadamente.

 

Evite o estresse.

O estresse causa danos para todo o corpo, e o cabelo não é exceção. A queda capilar pode ser um dos sinais primários advindos do corpo indicando uma possível sobrecarga — e que é hora de dar um passo para trás.

Certifique-se de ter um sono adequado — ele é o melhor restaurador da boa saúde.

Exercite-se regularmente. Além de ser a atividade física uma boa estratégia na redução do estresse, ela também promove uma melhor circulação, inclusive para o couro cabeludo.

 

Lembre-se de como o cabelo cresce.

É provável que você já tenha lido sobre as estatísticas no crescimento capilar, mas vale a pena relembrar. Aproximadamente 90% de seu cabelo está em uma fase de crescimento de 2 a 6 anos, enquanto os 10% restantes se mantêm em uma fase de 2 a 3 meses de repouso. Depois desse período de repouso, o cabelo cai, e podemos perder cerca de 80 a 150 fios capilares por dia, dependendo do tipo de cabelo e da genética. Quanto aos cabelos da sobrancelha, costumamos mantê-los apenas por meras 10 semanas! E a taxa de crescimento do cabelo tende a ser de cerca de 1 cm a cada mês.

CONHEÇA A LINHA ORANGE COSMÉTICOS

Linha Profissional

O Melhor Tratamento

Home Care

Tratamentos Especiais

ORANGE COSMÉTICOS