COLORAÇÃO II - TIPOS DE COLORAÇÃO

 

A Química das Colorações:

As fórmulas das colorações permanentes são conhecidas como oxidativas. Nelas estão presentes princípios ativos capazes de se ligar aos pigmentos naturais dos cabelos e reagir com eles.

 

Os principais componentes nas colorações oxidativas são:

1) Agente alcalinizante: é a amônia. Auxilia na entrada dos pigmentos nos fios e ajusta o pH correto para que os agentes precursores de cor penetrem de forma eficaz.

2) Precursor da cor: mistura de pigmentos capazes de reagir com a fibra capilar resultando no processo de coloração.

3) Agente espessante: mantém a viscosidade da formulação no ponto ideal para facilitar a mistura dos pigmentantes.

4) Agente oxidante: é o Peróxido de Hidrogênio (água oxigenada) que promove a oxidação dos agentes precursores de cor para formar o pigmento propriamente dito e auxilia na dispersão e solubilização do pigmento natural do cabelo, tornando-o descolorido para que o pigmento artificial se deposite na fibra capilar.

Em resumo, esses componentes misturados e aplicados ao cabelo promovem o processo de clareamento e a deposição dos pigmentos artificiais.

Tipos de coloração

Podemos classificar as colorações em vários tipos. A seguir, apresentamos os mais significativos:

 

1) Coloração permanente: contém água oxigenada e amônia que conseguem penetrar na cutícula do fio e retirar boa parte dos pigmentos originais para fixar os corantes da nova cor. Dura por tempo indefinido, para eliminá-la é preciso ir cortando os fios ou simplesmente realizar uma nova cor sobre a antiga.

2) Coloração semi-permanente: contêm basicamente água oxigenada, mais pigmentos artificiais e agentes de tratamento, depositando a nova cor na superfície dos fios sem quase alterar a estrutura capilar. Pouco dos pigmentos naturais são retirados no processo. O resultado é um realce no tom natural, que deixa um reflexo da coloração escolhida sem eliminar a cor base do cabelo.

3) Coloração temporária: pode ser classificada como tonalizante ou rinçagem.

a) Coloração tonalizante: não tem amônia, só água oxigenada e pigmentos da nova cor. Com isso, ela não abre a cutícula e age apenas na superfície do fio de cabelo. É usada para intensificar a cor natural dos cabelos ou escurecê-los.

b) Rinçagem: não tem oxidante nem amônia. A duração é curta, saindo de quatro a seis lavagens. É normalmente utilizada para realçar a cor natural e dar um reflexo mais sutil aos fios.

4) Sais metálicos: quando aplicado nos cabelos, ocorre uma reação química onde é depositada uma película colorida no fio de cabelo. Geralmente esse corante não penetra na fibra do cabelo, cobrindo apenas a superfície.

5) Corante vegetal: proveniente da casca e das folhas secas de uma planta chamada henna, que dá nome ao corante. Não entra na cutícula, mas adere facilmente ao fio, como se o encapasse. Tem nuanças avermelhadas ou acobreadas. Tem durabilidade de aproximadamente um mês e pode ser retirada apenas com lavagem dos cabelos.

CONHEÇA A LINHA ORANGE COSMÉTICOS

Linha Profissional

O Melhor Tratamento

Home Care

Tratamentos Especiais

ORANGE COSMÉTICOS